Resenha Crítica - A Primeira Regra do Mago

1:00:00 PM

Nome Original: The Legend of the Seeker: The Wizard’s First Rule
Autor: Terry Goodkind
Ano:



“A Primeira Regra do Mago', de Terry Goodkind, fez história ao se tornar um dos mais bem-sucedidos livros de estréia da história do mercado editorial dos Estados Unidos. Os direitos de publicação da obra foram vendidos em um leilão ultrapassando em mais de seis vezes o valor recorde pago até então a um autor de fantasia estreante. Publicado com uma surpreendente tiragem inicial de 60 mil exemplares, o livro tornou-se imediatamente um bestseller e deu origem a uma bem-sucedida série conhecida como 'A Espada da Verdade', que conquistou milhões de leitores em todo o mundo.
Sucessos também de crítica, as obras de Goodkind arrancaram elogios de escritores como Marion Zimmer Bradley, autora do aclamado As Brumas de Avalon, e de publicações como a Kirkus Reviews, uma das mais respeitadas do meio literário. "A primeira regra do mago"  chegou ao Brasil pela Editora Rocco."
O livro conta a história de Richard Cypher, um modesto guia florestal que vê seu mundo mudar completamente quando, após o brutal assassinato de seu pai, se envolve com uma bela e misteriosa mulher, Kahlan Amnell. Forasteira em fuga, Kahlan tem a vida ameaçada pelo inescrupuloso feiticeiro Darken Rahl e aparece no santuário florestal onde Richard trabalha à procura de ajuda. Aos poucos, o modesto guia descobre que ele é o único que pode impedir o maligno Rahl de conquistar o poder absoluto.”
Só Zedd, o último grande mago, poderia ajudar. E assim foi feito. Richard, entretanto, precisaria levar a lendária Espada da Verdade e enfrentar as tropas de Darken Rahl, o feiticeiro déspota, para finalmente livrar todo o povo de Westland do inferno da degradação. Começa assim, em nome do amor e a qualquer preço, uma incessante busca através das trevas. 

A leitura do primeiro livro de Terry Goodkind da série "A Espada da Verdade" é uma leitura fácil e fluída. O autor preenche as páginas do livro com grandes detalhes e preciosismos ao descrever o mundo criado para a história e o ambiente que serve como pano de fundo para a sua série de modo brilhante e bem estudado. Destaque aqui cabe ao conceito de magia e aos usuários da magia em seu mundo. Diferente de algumas outras histórias, que apresentam a magia como elemento principal, "A Primeira Regra do Mago" conceitua a magia como algo poderoso, mortal, mas que tem seu preço, e um preço bastante alto que suas personagens têm de pagar para utilizá-la.
A Primeira Regra do Mago possui uma história envolvente e uma narrativa instigante. Detalhadas e complexas, as personagens principais são desenvolvidas ao longo da narrativa de uma maneira fluida e natural, fazendo com que o leitor realmente se importe com o seu destino. 
Muitos dos elementos da narrativa de Goodkind remetem aos mundos fantasiosos que o leitor já esta acostumado a ler, mas alguns outros elementos se distanciam de uma narrativa comum e, por essa razão, ficam mais visíveis e contribuem para construir o perfil característico da narrativa do autor. A sensualidade é um ponto forte dessa característica narrativa e introduz elementos novos a uma história já com muitas informações a serem processadas pelo leitor. O que, no entanto, colabora para humanizar ainda mais as personagens, externando suas fraquezas, seus anseios e desejos mais profundos. Alguns leitores, no entanto, podem não gostar desse novo elemento.
Outro forte recurso narrativo que o autor utiliza é o poder psicológico que a história pode exercer sobre o leitor. Cenas de torturas são frequentes e situações de perigo e impotência são largamente utilizados na história como se fossem parte daquele mundo. Algumas descrições remetem à humilhação, manipulação, utilização exagerada da sensualidade em situações desconcertantes e falta de valores morais de algumas personagens.
No entanto todos esses elementos fazem parte da construção daquele mundo, com mentes deturpadas, vilões perigosos e mesquinhos, seres mortais e sem consciência, mas que da mesma forma é habitado por pessoas boas, inocentes, com senso moral forte e improváveis heróis.

Goodkind criou um mundo peculiar, com conceitos que fogem do comum e personagens instáveis e verdadeiramente perigosos, além de situações desconcertantes e que podem incomodar alguns leitores. Mas o feito do autor é enorme, pois em seu primeiro livro da série ele nos apresentou um mundo crível e fantástico ao mesmo tempo, com detalhes impressionantes, personagens corajosos, mas inseguros, falíveis e obstinados.
"A Primeira Regra do Mago" é uma excelente história e o inicio de uma saga que marcou muitos leitores pelo mundo, sendo traduzido para várias línguas e até originando uma série de TV baseado em sua narrativa.

Fique ligado
The Reader

Você também vai gostar de...

1 comments

  1. Muito bom. Gostei bastante desse livro, pena que a tradução da série esteja aquém do conteúdo. Pelo que sei apenas os dois primeiros livros tem tradução para o português.

    ReplyDelete

Deixe aqui seu comentário e, se quiser, assine nosso Feed para receber as publicações do "The Reader" em seu e-mail.