Stephen King

11:01:00 PM




Stephen Edwin King nasceu em Portland em 21 de Setembro de 1947. É um escritor estadunidense, reconhecido como um dos mais notáveis escritores de contos de horror fantástico e ficção de sua geração. Seus livros foram publicados em mais de 40 países e muitas das suas obras foram adaptadas para o cinema.
Embora seu talento se destaque na literatura de terror/horror, King também escreveu algumas obras de qualidade reconhecida fora desse gênero e cuja popularidade aumentou ao serem levadas ao cinema, como nos filmes “Conta Comigo”, “Um Sonho de Liberdade”, “Eclipse Total”, “Lembranças de um Verão” e “À Espera de um Milagre”.
O seu livro, “The Dead Zone” (A Zona Morta), originou a série da FOX com o mesmo nome. O próprio King já escreveu roteiros de episódios para séries, como “Arquivo X”, em que ele escreveu o roteiro do episódio "Feitiço", da quinta temporada.
Há quem diga que Stephen King é um escritor oportunista, que escreve com a única intenção de vender milhões de cópias. Também há quem o considere um gênio do terror, que consegue fazer com que qualquer um sinta ao menos um friozinho na espinha ao ler seus livros.
O fato é que King já escreveu e publicou muitos livros de generos variados, histórias bem contadas, imaginação criativa e situações inesperadas.
King era um leitor fanático dos quadrinhos, o que estimulou seu amor pelo terror. Na escola, ele escrevia histórias baseadas nos filmes que assistia e as copiava com a ajuda de seu irmão David. King as vendia aos amigos, mas seus professores desaprovaram e o forçaram a parar.
De 1966 a 1971, Stephen estudou Estilismo e Moda na Universidade do Maine em Orono, onde ele escrevia uma coluna intitulada "King's Garbage Truck" para o jornal estudantil, oMaine Campus.
Lá ele conheceu Tabitha Spruce e se casaram em 1971. O período que passou no campus influenciou muito em suas histórias, e os trabalhos que ele aceitava para poder pagar pelos seus estudos inspiraram histórias como "The Mangler" e o romance "Roadwork", escrita sob o pseudonimo Richard Bachman.
King ensinou Moda Africana na Academia Hampden em Hampden, Maine. Nesse período ele escrevia histórias curtas, a maioria para revistas masculinas. Stephen também desenvolveu um problema com a bebida, que levou mais de uma década para ser resolvido.
Stephen logo começou vários romances. Uma de suas primeiras idéias era uma moça jovem com poderes psíquicos, mas ele descartou a idéia. Sua esposa resgatou os esboços do lixo e o encorajou a voltar a escrever sobre isso. Após terminar o romance, ele o intitulou "Carrie, a estranha" e mandou para a Doubleday. Ele recebeu $2 500 dólares adiantados (não muito para um romance, mesmo naquela época), mas os direitos autorais fizeram com que ele recebesse $400 000 posteriormente. Pouco antes do livro ser publicado, sua mãe morreu de câncer no útero. Sua tia Emrine leu o romance para ela antes de sua morte.
King admitiu que nessa época ele estava constantemente bêbado e que foi alcoólatra por mais de uma década. Ele também constatou que baseou o personagem Jack Torrance, do livro O Iluminado, nele mesmo. Sua família e amigos intervieram, jogando fora, na sua frente, todos os seus vícios. Stephen King cortou o álcool e qualquer tipo de droga por volta de 1980 e se mantem sóbrio desde então.

Você também vai gostar de...

0 comments

Deixe aqui seu comentário e, se quiser, assine nosso Feed para receber as publicações do "The Reader" em seu e-mail.